terça-feira, 4 de outubro de 2016

RENAN CALHEIROS VAI A JULGAMENTO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

PRESIDENTE DO SENADO SERÁ FINALMENTE JULGADO APÓS 13 ANOS DE TRAMITAÇÃO DA DENÚNCIA DE QUE USOU UM LOBISTA PARA PAGAR PENSÃO DE UMA FILHA FORA DO CASAMENTO.


Fachin libera denúncia contra Renan Calheiros para julgamento



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin liberou hoje (4) para votação pelo plenário da Corte denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). 

Agora cabe à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, determinar a data da análise da ação.

Segundo o inquérito que tramita no STF desde 2003, Renan teria usado o lobista de uma empreiteira para pagar pensão a uma filha que teve fora do casamento. O peemedebista também é acusado de ter adulterado documentos para justificar os pagamentos. 

Renan nega as acusações.

Um comentário:

  1. DEMOROU MUITO ! 13 ANOS !

    Isso não é justiça.

    ResponderExcluir