segunda-feira, 20 de março de 2017

ADRIANA ANCELMO VAI CONTINUAR PRESA EM BANGU

JUSTIÇA REVOGA CONCESSÃO DE PRISÃO DOMICILIAR DA MULHER DE SÉRGIO CABRAL.


O Tribunal Regional Federal da 2ª Região, através de decisão MONOCRÁTICA do 
Desembargador 
Abel Gomes,
revogou a  prisão domiciliar de Adriana Ancelmo,
 atendendo a pedido do Ministério Público Federal.

A ex-primeira-dama do Rio de Janeiro continuará presa em BANGU.

Mais cedo a defesa de Adriana havia informado que o apartamento onde ele ficaria no Leblon, já estava em conformidade com as exigências da JUSTIÇA, faltando ainda ser vistoriado pela Polícia Federal.

Segundo o Site Congresso em Foco

Para o MPF, a revogação da prisão preventiva de Adriana representava favorecimento à ex-primeira-dama, já que milhares de outras mães presas no sistema penitenciário brasileiro não são beneficiados pela medida. Na sexta-feira, Marcelo Bretas liberou Adriana Ancelmo para continuar presa em casa sob o argumento de que ela tem dois filhos de 11 e 14 anos para cuidar. Pelas regras impostas pelo juiz, não poderia haver linha telefônica nem sinal de internet no apartamento da esposa de Cabral. O desembargador concordou com o argumento dos procuradores de que seria difícil fazer esse tipo de fiscalização. Para eles, a ex-primeira-dama poderia movimentar o patrimônio oculto da família.

Em seu despacho, o Desembargador disse que concordava com o Ministério Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário