quinta-feira, 1 de junho de 2017

PRESO DONO DA MASAN E MILANO - DE LUCA É O EMPRESÁRIO DAS "QUENTINHAS" QUE PODE ESTAR ENTRANDO NUMA FRIA.


Marco Antônio de Luca é levado por Agentes da Polícia Federal. 

O empresário do ramo de "quentinhas" e empresas de ALIMENTOS (MASAN e MILANO) que são fornecedoras antigas do ESTADO DO RIO, e trabalham inclusive de forma alternada para a Prefeitura do Rio de Janeiro, estava em seu apartamento na Avenida Vieira Souto, em Ipanema - 
Zona Sul da Cidade.

O empresário detido, é um dos que aparecem naquela foto "dos bons tempos em Paris", com guardanapo na cabeça e sorridentes. Boa parte deles já foram presos ou processado, e tiveram que devolver dinheiro público roubado.

A Polícia Federal também busca cumprir outros mandados de busca e apreensão em diversos endereços, nessa OPERAÇÃO que tem o nome de “Ratatouille” e é outro desdobramento da operação Lava Jato no estado.

Segundo as investigações, Marco de Luca pagou pelo menos R$ 12,5 milhões em propina para a organização criminosa liderada por Cabral, em contratos que seguem no governo PEZÃO.  São investigados contratos de alimentação hospitalar, escolar e de presídios. Marco Antônio será indiciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Esse escândalo pode chegar até a CONTRATOS feitos também com a PREFEITURA do Rio de Janeiro.

3 comentários:

  1. Rosane interior do Rio1 de junho de 2017 12:07

    Se gritar pega ladrão não sobra um meu irmão....parte da letra de uma, música, que se tornou verdadeira no Estado e no Brasil todo. PF trabalhando muito, pegando esses bandidos. Ainda faltam muitos para serem pegos, o cerco está se fechando. Espero que sejam todos punidos, não tem anjinho nessa vergonha não. Operação Lava Jato, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Piu é Rosane, agora nós, o povo precisamos ir pra rua para garantir que essas aços não parem até o ultimo corrupto for pego, vamos apoiar a PF os promotores e juizes, TODO APOIO À SERGIO MORO E SUA EQUIPE, cade o panelaco, eles precisam de nossa atitude vamos pra rua.

    ResponderExcluir